Papo com Carlos Kober: O mundo da realidade virtual veio pra ficar no meio empresarial

Papo com Carlos Kober: O mundo da realidade virtual veio pra ficar no meio empresarial

No Papo com a Nexo de hoje, o entrevistado é o jornalista, professor universitário, diretor artístico e publicitário Carlos Kober. Atualmente, Kober é diretor artístico na TV Globo, na Globosat, e professor no curso de comunicação da Unicarioca Rj. Foi ele quem criou o  o Set Universitário da Famecos, na PUCRS. Hoje, ele também trabalha com um projeto e EAD na Ipiranga, no Rio de Janeiro, em que treina mais de 54 mil frentistas. Carlos Kober acha fundamental aplicar cursos online nas empresas, porque diminui os custos, permite controlar melhor os resultados e traz uma modernidade de resultados jamais vistas. Confira a entrevista:

Nexo: Qual é a importância de uma empresa ser inovadora nos dias de hoje?
Carlos Kober: Crucial. A empresa estagnada não tem chance. O mercado em profunda evolução exige empresas criativas e inovadoras, com capilaridade e capazes de se recriar a cada momento. E também sem medo de ousar. Quanto mais arejada sua estrutura, em todos os escalões, mais rápido ela atinge seus objetivos. A inovação vem de dentro, da quebra de paradigmas e da extrema capacidade de se reorganizar diante dos novos desafios e das vicissitudes do mecado.

Nexo: O que você acha de aplicar treinamento através de cursos online?
Carlos Kober: Fundamental. Diminui os custos, permite controlar melhor os resultados, traz uma modernidade de resultados jamais vistas. Existem diversas ferramentas de treinamento e plataformas extremamente eficazes para isso. Algumas utilizando até vídeo e interatividade moderadas ou não, com ou sem tutor, com muito bom resultado. Se puder customizar a ferramenta à necessidade do cliente ou serviço, melhor ainda. Os cursos podem ser extremamente criativos e potencialmente diferenciais. Não precisam ter cara de “aula”, risca de giz. O colaborador aprende sem sentir, com vários escalões e etapas de gratificação ou até mesmo bonificações que ele acumula e, ao final, rendem a ele um avanço em outros cursos ou reforço em outras áreas. E se quiser revisar conteúdos em que não está muito bem, sempre pode retornar em determinada etapa e fazer um bom “flux review” de tudo, fazer provas, tudo isso monitorado. Pode-se saber de sua performance, o tempo que fica logado, quantas vezes acessou o sistema, por quanto tempo, com quem, se acessou o chat de consulta e bate-papo, se acessou o tutorial, quantas vezes e se está realmente captando o conteúdo pretendido. Em lugar algum presencial se poderá obter isso. Além disso, há a vantagem suprema da administração do tempo, o aluno estuda e afere a matéria de acordo com sua possibilidade de tempo e espaço. E quantas vezes quiser.

Nexo: Na sua opinião, qual é o ganho em produtividade para a empresa que aplica cursos online de capacitação? E há redução de custos?
Carlos Kober: O que antes significava um profissional de treinamento viajando loucamente por vários estados e regiões, hoje é uma plataforma inteligente, que pode integrar vídeo, multimídia, arte, computação gráfica, arquivos de outros colegas, a memória da empresa, depoimentos, outros cases, etc etc etc e formar um banco de dados bem consistente. Isso pode ser catalogado e formar uma escola, uma universidade do conhecimento daquela empresa, que além dos cursos pode ser acessada como banco de dados e ser consultada a qualquer momento. E a informalidade e montagem passa pela gestão do conhecimento. É uma passagem que a empresa precisa fazer para um novo patamar, mais ágil. Tem a vantagem de que o colaborador poderá acessar sempre que puder, onde estiver, até em movimento, em mobile ou no tablet, ou em algum ambiente diferente do que o seu lugar habitual. Assim, potencializa os acessos. E a sala de aula virtual até pode se formar, mas com outra finalidade. Uma empresa que aplica em cursos online, investe uma vez e tem vários retornos.

Nexo: O que você acha da utilização do simulador de realidade virtual imersiva para capacitar funcionários de uma empresa?
Carlos Kober: Acho muito útil e muito importante no dia a dia de quem lida com e-learning e precisa estar sempre em dia com a tecnologia. O mundo da realidade virtual é uma realidade que veio pra ficar no meio empresarial, e uma ferramenta completa e imersiva é fundamental. Eu implantaria em meus projetos, com certeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *